25 de set de 2013

Vida Bem-sucedida

Acorda, toma um café rápido, vai para o trabalho, almoça em 20 minutos (pois há muitas coisas para resolver e pouco tempo), retorna ao trabalho, trabalha, trabalha, trabalha, vai para a casa, toma banho, come um lanche, conversa um pouco e vai dormir, exausta. Final de semana: internet para relaxar a mente, televisão, à noite um filme ou barzinho.
Tudo isso para que a gente consiga prosperar na carreira, ter uma promoção, melhores salários, ter reconhecimento. Eu fazia parte disso tudo, que é a realidade de muita gente que é ou quer ser bem-sucedida. Porém, bem-sucedido? Será que realmente tem a ver com sucesso?
E a qualidade de vida?
Ao me questionar sobre tais questões é que pude perceber que onde eu me encontrava, não era onde eu queria estar. Essa descrição que fiz logo acima, não era o que eu queria para a minha vida. Nesse modo de ser, tem-se a impressão de que o tempo é mais veloz ainda. Não há tempo para o que realmente é importante: cuidar da saúde, fazer exercícios físicos, passear, ler livros, ficar mais tempo com a família, namorado (a), amigos. Na verdade, muitas vezes fazemos algo apenas para ser bem visto perante os outros. Sacrificamos nossa vida para trabalhar mais, para ter mais dinheiro, podermos comprar um carro novo, roupas novas, etc. Isso não faz sentido, pelo menos para mim.
Foi pensando em ter uma vida mais prazerosa e significativa que percebi que estava no caminho errado. Mas, é assim mesmo, a mudança só acontece quando percebemos algo que não gostamos. Portanto, iniciei um caminho para uma vida mais simples, e ao longo do meu blog vou expondo isso e também descobrindo novas atitudes.

4 comentários:

  1. Olá, primeiro obrigada pelo comentário. Desejo boa sorte nesta jornada!

    ResponderExcluir
  2. Também penso muito nisso, sabe. Nessa questão em que temos sempre que ser bons, saber de tudo, ser o melhor da sala, ter a melhor nota, ser realizada no trabalho, casar, ter filhos... nossa senhora! É muita responsabilidade. Muita pressão. Por isso tá todo mundo tendo tanta crise de stress e ansiedade (falo por experiencia propria porque ja passei por isso tambem).

    As vezes sinto que o tempo ta passando rapido demais e que não tenho vivido e aproveitado tudo o que quero. Nem só pela falta de tempo mas pela falta de coragem de fazer certas coisas. Pode ate ser uma coisa pequena, como sair com os amigos (e ai a gente sempre da aquela desculpa de que esta cansado demais e é aquela ladainha sempre). Enfim, to em um momento, além de viver de uma maneira mais simples, menos consumista e onde eu possa aproveitar mais a vida, de fazer coisas novas. De experimentar coisas diferentes. Esses dias ate brinquei com uma amiga que fiz a unha de rosa e foi uma grande mudança. Acho que as vezes (ou grande parte delas) deixando de nos permitir, de ser quem a gente é de verdade, por medo da opinião dos outros.

    Nesse momento de mais simplicidade, tenho me aceitado melhor, com as qualidades e defeitos, e assim sinto que tenho me relacionado melhor tambem. Aceito melhor certas coisas que antigamente não aceitaria. Antes eu chutava o balde pra tudo. Hoje não: paro e penso antes de tomar uma nova decisão...

    Enfim, que possamos ser mais leves a cada dia! :)

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente tudo o que você escreveu faz muito sentido atualmente. As pessoas estão sempre se deparando com muita pressão, e talvez isso seja uma parcela responsável pelo consumismo, que acaba sendo uma fuga, como se fosse uma recompensa por tanto stress.

      Excluir